Este ano escolhemos a “Sensibilização” como tema unificador das nossas atividades, integrando várias perspetivas e linhas de ação. E foi neste sentido que pensamos em sensibilizar a população em geral através da escrita. Foram repensados e alinhavados os pormenores destas iniciativas e assim foi aprovado no plano de atividades dois lançamento, um para crianças e outro para adultos. É importante, é urgente falar na dor crónica. Por isso vamos falar.. Porque falar da vida, dos problemas, das nossas histórias, dói mas dói muito, pois parece ser mais fácil reclamar da vida. Temos uma certa tendência para ficarmos insatisfeitos e achar que estamos muito longe de tudo aquilo que um dia sonhamos, daquilo que um dia fomos e, quantas vezes, nos esquecemos daquilo que realmente importa. Todos nós precisamos de aprender a ter orgulho em quem somos, do que fazemos e do que temos. Precisamos de ser menos críticos e menos cruéis connosco, porque é urgente sabermos relevar as nossas falhas e fraquezas e celebrar as pequenas conquistas diárias. Os nossos dias são feitos de pequenos passos e é com o sucesso dos pequenos passos que vamos chegar onde queremos. Temos a certeza de que muitos se irão rever nestas personagens que, tal como eles, são reais e vivem em silêncio.

Apresentação livro “Mulher doente, Mulher para sempre”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *